segunda-feira, 29 de junho de 2015

Nada faz sentido,  nunca fará
Nem seus beijos, nem o calor da sua pele
o cheiro dos museus e dos teatros

não faz sentido o se deitar
Tudo é perda
minha alma balançando em um som
minha mente dopada
As músicas, nada

Te amar, amar
Ficar
Nada fez, nunca faz

Sem comentários:

Enviar um comentário